18 de setembro de 2014

Skinbooster Dermatologia Estética



Skinbooster
A busca por tratamentos anti-idade vem crescendo muito ao longo dos anos. Com isso, a medicina estética cresceu e desenvolve a cada ano novas técnicas para restaurar a pele de formas menos invasivas e mais duradouras. Uma dessas técnicas mais atuais recebeu o nome de “Skinbooster” ou hidratação profunda da pele.
Os skinboosterssão um novo conceito de hidratação profunda injetável, que utiliza produtos a base de ácido hialurônico em sua composição. Muito falado nos últimos congressos de dermatologia e já bem procurado nas clínicas dermatológicas, os skinboosters hidratam profundamente a pele, atraindo água para as células e estimulando a produção de colágeno na região, o que garante maior firmeza, vitalidade, hidratação e consequentemente colaborando para suavização de rugas e marcas de expressão finas nas regiões da face, colo e mãos. 
Para suavização de rugas e marcas mais profundas, os skinboosters podem ser associados a outros tratamentos como a toxina botulínica, o laser de CO2 fracionado, a luz intensa pulsada, os peelings químicos, dentre outros.
Sobre o ácido hialurônico
O ácido hialurônico é uma substância orgânica encontrada naturalmente entre as célulascorporais. Tem a finalidade de atrair água para as células e estimular a produção de colágeno, uma proteína essencial que dá sustentação e elasticidade à pele. Peles mais jovens têm grandes quantidades de ácido hialurônico que vão reduzindo sua produção conforme a idade vai avançando, o que favorece a perda de volume, ressecamento, flacidez e o aparecimento de rugas e marcas de expressão.
Esse líquido viscoso, claro e altamente solúvel em água é constituído por  ácido glucurônico e N-acetilglucosamina. Sua forma sintética produzida em laboratório já é bem conhecida por estar presente em diversos cremes anti-idade e também como a substância ativa nos preenchedores cutâneos.
A utilização tópica de produtos a base de ácido hialurônico, como cremes e géis, restringe sua eficácia apenas às camadas mais superficiais da pele. Suas moléculas são grandes e não conseguem penetrar nas camadas mais profundas e estimular a produção de novas fibras de colágeno, tornando o seu efeito temporário.
Já as versões injetáveis conseguem atingir diversas camadas da pele, repondo entre as células o ácido hialurônico perdido. Por ser uma substância já presente no organismo, sua aplicação tanto em preenchimentos quanto nas aplicações dos skinboosters é considerada segura e com mínimos efeitos colaterais, sendo muito bem tolerada pelo organismo.
Diferenças entre preenchimento com ácido hialurônico e skinbooster
Diferentes dos preenchimentos com ácido hialurônico, o skinbooster não é preenchedor cutâneo, nem têm a função de corrigir os contornos ou aumentar o volume da pele, mas têm a finalidade de devolver a maciez, a firmeza e a hidratação da pele.
O skinbooster foi desenvolvido exclusivamente para hidratação profunda da pele e sua fórmula é diferente, com os mesmos ativos, mas, com moléculas menores e com densidade inferior, próprias para microaplicações.
Ambos os tratamentos são eficazes e podem ser associados um ao outro para um melhor resultado em rugas mais profundas e acentuadas.
Quais são as indicações do Skinbooster?
São indicados para homens e mulheres, com idades superiores a 25 anos ou quando aparecem os primeiros sinais de envelhecimento. Peles mais maduras que já perderam a hidratação natural ganharão maior brilho e firmeza com as aplicações do skinbooster.
O skinbooster pode ser aplicado na testa, na região entre as sobrancelhas, ao redor dos olhos e da boca hidratando e suavizando linhas de expressão. Melhora o viço e a textura da região malar e também melhora o aspecto de cansaço abaixo dos olhos, suavizando olheiras. No pescoço e colo agem reduzindo linhas verticais que surgem com a perda de colágeno. Sua aplicação nas mãos melhora o aspecto flácido e opaco adquirido ao longo dos anos. Outras partes do corpo devem ser estudadas junto ao dermatologista a fim de obter o melhor resultado.

Skinbooster Dermatologia Estética Florianópolis
Como são realizadas as aplicações?
Após avaliação do dermatologista, que vai analisar o tipo de pele e determinar junto ao paciente quais serão as áreas de aplicação, é feita a antissepsia do local e aplicado um anestésico tópico para amenizar o desconforto das picadas, embora o método seja praticamente indolor.
O produto é aplicado por meio de agulhas finas ou microcânulas com diversas microdoses de ácido hialurônico por toda a região que deseja-se tratar.
Os resultados são notados logo na primeira sessão, acentuando-se após alguns dias quando inicia-se a produção de colágeno nas células. Para um melhor resultado, recomendam-se 3 sessões com intervalos de um mês entre cada uma e uma manutenção com uma sessão a cada 4 ou 6 meses, conforme a necessidade de cada pessoa.
Cuidados antes e depois da aplicação do Skinbooster
O tratamento não requer cuidados especiais antes e nem depois das aplicações. O paciente pode retornar imediatamente às suas funções logo após o procedimento, sem necessidade de repouso. O uso de protetor solar é recomendado diariamente para proteger a pele contra manchas, evitar envelhecimento e ressecamento. Podem ser indicado cremes específicos para a manutenção e proteção da pele após o procedimento.
Contra-indicações do Skinbooster
O procedimento é contra-indicado em pacientes durante processos infecciosos ou inflamatórios, gestantes ou em fase de amamentação, portadores de doenças autoimunes ou com lesões e ferimentos no local em que serão realizadas as aplicações. Também não é indicado para pessoas alérgicas aos componentes da fórmula.

Dra. Rafaela Salvato - Dermato em Florianópolis -  Skinbooster Dermatologia Estética Florianópolis

10 de setembro de 2014

Fios de sutura absorvíveis - Sutura Silhouette



Novo tratamento da flacidez do rosto com fios de sutura absorvíveis - Sutura Silhouette
Com os avanços da medicina estética e a quantidade de tratamentos a favor do rejuvenescimento, homens e mulheres podem contar cada vez mais com artifícios para minimizar o desconforto dos sinais do envelhecimento.
Ao longo dos anos, nossa pele começa a sofrer as alterações do tempo, principalmente a face, pescoço e colo, que sofrem constante exposição ao sol e a agentes poluentes do meio externo ao longo da vida. No rosto, podemos observar principalmente uma perda de volume facial, aparecimento de sinais e rugas (principalmente na testa, ao redor dos olhos e dos lábios), flacidez cutânea e perda do viço ou brilho da pele.
A vantagem de hoje em dia é que os pacientes podem escolher entre uma gama bem diversificada de tratamentos e técnicas variadas, que tentam se adequar à necessidade de cada indivíduo: incisivas ou não, ablativas ou não, dermoabrasivas ou não, com recuperação mais rápida ou mais lenta, menor risco de complicações, etc.
Como cada vez mais as pessoas buscam opções que requerem um menor tempo de recuperação, volta precoce às atividades habituais e discrição, os procedimentos rápidos realizados em sala de procedimento, sem necessidade de cortes ou de uso de um centro cirúrgico estão tornando-se populares nos consultórios dermatológicos. A última novidade nesse quesito é o novo tratamento para a flacidez do rosto com fios de sutura absorvíveis, que promove um efeito lifting sem cirurgia.
Fios de sutura absorvíveis - Sutura Silhouette
Suturas absorvíveis contra a flacidez do rosto
Efeito lifting sem cirurgia? Sim, o novo tratamento de flacidez do rosto com fios de sutura absorvíveis proporciona tanto o efeito lifting quanto o remodelamento dos contornos faciais. E o melhor, a técnica tem função regenerativa e estimula a produção de colágeno na região, o que promove de forma gradual o aumento do volume perdido com o passar dos anos, restaurando as formas naturais do rosto que ficará mais firme e hidratada após o tratamento.
Como funciona a técnica de Fios de sutura absorvíveis - Sutura Silhouette?
A técnica utiliza fios de sutura absorvíveis de ácido poli-láctico com cones acoplados e moldáveis, que garantem a sustentação do tecido onde é colocado e o efeito lifting é notado já no momento da aplicação. Os fios são inseridos no subcutâneo, porção de gordura logo abaixo da pele de forma simples e segura, com a ajuda de uma agulha fina.
O Ácido Poli-láctico X Outros Materiais
O ácido poli-láctico é uma substância sintética, porém biocompatível e biodegradável. Já bem conhecido e usado há anos por cirurgiões plásticos e dermatologistas em suturas de pontos internos ou como preenchedores estéticos, esse material, em contato com o organismo, estimula a produção de colágeno e elastina através da estimulação da produção de fibroblastos, colaborando com a regeneração dos tecidos ao seu redor.
Essa estimulação na produção de colágeno, elastina e fibroblastos é um diferencial. Com a produção dessas substâncias, há uma melhora da flacidez da pele, que ganha volume e mais elasticidade ao longo dos meses. Após a aplicação, nos próximos 30 a 60 dias, o ácido poli-láctico já está agindo nas camadas mais profundas, aumentando o volume epitelial e suavizando algumas rugas mais finas.
Diferente dos outros materiais usados anteriormente utilizando praticamente a mesma técnica, os fios de ácido poli-láctico são absorvíveis e biocompatíveis, ou seja, costumam ser bem tolerados pelo organismo e degenerados gradativamente com o passar dos meses.
Materiais como o fio búlgaro, fio russo, fio de ouro, categute esterilizado, dentre outros de origem animal como fio de colágeno bovino e tendões de canguru, podiam migrar para outras regiões próximas causando uma série de complicações, além de um ou outro não ser tão biocompatível. O tempo de duração desses fios pode ser maior do que o ácido poli-láctico, mas correm risco de rejeição do organismo havendo a necessidade de retirada antes do tempo.
Vantagens fios de sutura absorvíveis - Sutura Silhouette
- Promove resultados imediatos;
- Efeito lifting sem cirurgia em um procedimento em torno de 40 minutos;
- Melhora da flacidez da face e do pescoço;
- Deixa a pele mais firme e resistente;
- Suaviza rugas finas e marcas de expressão;
- Aumenta o volume epitelial da face;
- Mesmo após completamente absorvido a face estará mais firme do que antes do tratamento, pois manteve um bom estoque de colágeno e elastina durante esse período.
Desvantagem fios de sutura absorvíveis - Sutura Silhouette
- Não substitui o lifting cirúrgico, caso haja um grande excesso de pele.
Quais os locais indicados para a aplicação dos fios de sutura absorvíveis - Sutura Silhouette
- Correção da flacidez mandibular
- Correção da flacidez nos maxilares
- Levantamento das pálpebras superiores
- Levantamento do arco da sobrancelha
- Correção de flacidez no pescoço
Como é realizada a aplicação dos fios de sutura absorvíveis - Sutura Silhouette
- Primeiramente é realizada a marcação do local onde o paciente deseja realizar o procedimento.
- É necessária a aplicação de anestesia nos locais de entrada e saída da agulha, previamente demarcados de acordo com o objetivo do paciente.
- Após serem anestesiadas as regiões, os fios de sutura absorvíveis são aplicados no local desejado por meio de duas agulhas finas.
-  Não há necessidade de cortes cirúrgicos e pode ser realizado no próprio consultório, em sala de procedimento preparada.
Quanto tempo dura os fios de sutura absorvíveis - Sutura Silhouette ?
Os fios podem durar de 18 a 24 meses até sua desintegração total, havendo a necessidade de nova aplicação, após esse período, de acordo com a necessidade do paciente.
Cuidados após a aplicação fios de sutura absorvíveis - Sutura Silhouette
- O local manipulado pode ficar levemente inchado, vermelho ou com um pequeno hematoma, que pode ser coberto com maquiagem.
- Recomenda-se não realizar esportes físicos e tratamentos faciais na primeira semana após a aplicação;
- Evite cirurgias dentárias durante o período inicial;
Para melhor eficácia em peles que apresentam rugas mais profundas ou com outras necessidades de correção, é possível associar ao tratamento de sutura, o preenchimento com ácido hialurônico, a toxina botulínica, tratamentos com luz pulsada ou laser, dentre outros, conforme a necessidade de cada paciente.
Contra Indicado dos Fios de sutura absorvíveis - Sutura Silhouette
- Pacientes com histórico de alergia ou sensibilidade a biomateriais.
Rafaela Salvato Dermatologia - Dermatologista em Florianópolis SC -  Fios de sutura absorvíveis - Sutura Silhouette

7 de setembro de 2014

Moda: Marc Jacobs - Proteja sua Pele - Blog Rafaela Salvato Dermatologia


A moda, com sua larga influência de consumo e estilo de vida, pode também ser usada para fins de conscientização, como é o caso da Campanha “Protect the Skin You're In” de Marc Jacobs, estilista de moda norte americano, que incentiva os exames regulares para “proteger a pele em que você está” e também arrecada fundos para Instituições de Pesquisas sobre Melanoma. Esse ano, Miley Cyrus, a artista pop do momento, se tornou a mais recente celebridade a posar para o estilista.

É conhecido como um estilista que não segue as tendências universais da moda de cada estação, e sua campanha “Protect The Skin You’re In” de Marc Jacobs, tem como um dos objetivos a com reversão total dos fundos das vendas para o Instituto do Câncer de Pele da Universidade de Nova York, que pesquisa sobre o câncer de pele.

A cantora agora junta-se às fileiras de outras celebridades, como as supermodelos Naomi Campbell, Kate Upton, e Heidi Klum, as atrizes Eva Mendes e Hilary Swank, e ex-Spice Girl Victoria Beckham, todas que já posaram para a campanha. Jacobs, comanda a iniciativa junto com o patrocinador, Robert Duffy.
Se além de moda você se enteressa por temas ligados a dermatologia clique aqui e visite nosso Blog

Dra. Rafaela Salvato - Dermatologista Florianópolis - Moda: Marc Jacobs - Proteja sua Pele - Blog Rafaela Salvato Dermatologia

Veja mais sobre moda na página da campanha!

3 de setembro de 2014

Hidratação da pele em dias frios

Quando o frio chega, principalmente no inverno, quando as temperaturas são extremamente baixas, uma reclamação frequente nos consultórios dermatológicos é em relação à pele seca. Rosto, mãos e pés ressecam com facilidade em contato com o frio e merecem atenção especial nesses dias do ano.

Porque o frio resseca a pele?
As glândulas sebáceas são responsáveis pela lubrificação dos tecidos. Quando a temperatura ambiente está baixa as glândulas sebáceas passam a produzir menos sebo, reduzindo assim a lubrificação natural da pele. Além disso, há uma menor produção de suor pelas glândulas sudoríparas, que também auxiliam no processo de hidratação. Nos dias frios o corpo pede menos água, o tempo fica mais seco e os banhos ficam mais quentes - é um conjunto de fatores que favorece e muito o ressecamento da pele.
Cuidado com a desidratação
Bebemos menos água no inverno ou em tempos muito frios porque sentimos menos sede. A sensação de sede é causada pelo hormônio ADH ou hormônio antidiurético. Também conhecido por vasopressina, é produzido na glândula hipotálamo, que é responsável pelo equilíbrio orgânico interno e fica alojado no cérebro logo acima do tálamo.
O hormônio ADH controla a perda de água no organismo. No inverno, devido às baixas temperaturas, o ADH sofre algumas alterações que faz com que a circulação sanguínea se concentre mais nos vasos centrais, preservando o calor do corpo e inibindo o aviso de sede, pois, para o organismo ele já está muito bem hidratado.
Por isso, o consumo de líquidos nos dias frios é tão importante quanto nos dias quentes. A desidratação no inverno costuma ser mais grave que nas outras estações, pelo simples motivo do organismo não perceber a sensação de sede. Assim, a desidratação só é notada em estágio avançado.

Sintomas de pele ressecada
- Pele opaca e esbranquiçada
- Descamação leve ou moderada
- Coceira na pele
- Rachaduras na pele


Como hidratar a pele nos dias frios
- Beba pelo menos 2 litros de líquidos por dia. Pode ser água, sucos ou chás, que ajudam a aquecer o corpo.
- Use protetor solar com proteção contra os raios solares UVA e UVB com fator de proteção superior a 15 para o corpo e superior a 30 no rosto, mesmo em dias frios, nublados ou chuvosos. Reaplique a cada 3 horas ou 30 minutos antes de se expor ao sol.
- Tome banhos rápidos e mornos, os quais a temperatura da água não ultrapasse os 30 graus. Banhos muito quentes ressecam a pele e retiram toda a lubrificação natural.
- Use sabonetes mais neutros ou espumas de limpeza que são menos agressivos, assim evitam retirar toda a proteção da pele.
- A água morna dilata os poros, sendo assim, logo após o banho é o melhor momento para hidratar todo o corpo, potencializando os efeitos dos ingredientes ativos dos cremes de hidratação.
- Use cremes hidratantes de acordo com o seu tipo de pele.
- Se a pele é normal a levemente ressecada, hidrate pelo menos uma vez ao dia e após o banho.
- Pele muito ressecada merece mais atenção. O ideal é hidratar 2 vezes ao dia, principalmente nas regiões com maior tendência ao ressecamento, como cotovelos, joelhos, mãos e pés.
- Se a pele já é oleosa ou com tendência a acne, utilize cremes específicos para peles oleosas ou mistas. Há protetores solares para pele oleosas também, converse com o seu dermatologista para encontrar um ideal para você.
- Use hidratantes labiais para hidratar a boca, apenas o batom não costuma ser suficiente.
- Após exposição solar intensa ou exposição a ambientes muito frios, como nas regiões que ventam muito, há geadas ou nevam, a pele costuma ficar muito sensível. Recomenda-se o uso mais frequente de cremes e loções hidratantes, que refrescam, hidratam e tem ação anti-inflamatória, que ajudam a diminuir a vermelhidão e a sensação de ardor da pele.
Evite se puder
- Manter a pele exposta ao frio, protegendo a maior parte da pele com vestuários.
- Banhos muito quente e longos
- Usar muito o sabonete nas áreas com menor produção das glândulas sebáceas, como o rosto, cotovelos e joelhos.
- Usar produtos que contenham álcool ou que sejam agressivos à pele, como os com pH muito alcalino.


Abuse dos cremes
Existem no mercado vários tipos de cremes e loções com alto poder hidratante. Conheça alguns dos ativos utilizados:

Os modernos cremes a base de ácido hialurônico são poderosos hidratantes, atraem água para a região e colaboram com a firmeza da pele. O ácido hialurônico já é bem conhecido pelo seu poder de reter a água nas células e estimular a produção de colágeno. Apesar de suas moléculas serem grandes e não penetrarem nas camadas mais profundas da pele, quando aplicados após o banho, com os poros ainda dilatados, a absorção é melhor e a pele aproveita os efeitos do cremes.

Ativos naturais
Outras opções de cremes com alto poder de hidratação, são os que contêm em sua formulação ingredientes encontrados na natureza como:

- Aloe Vera: também conhecida por babosa, além do seu poder de hidratação, também tem propriedades cicatrizantes e calmantes, sendo útil nos casos de queimaduras solares, feridas, picadas, irritação ou outras lesões dermatológicas.
- Óleo de Rosa Mosqueta: conhecido pelo seu poder de regeneração celular, colaborando também na eliminação e prevenção de rugas, manchas, cicatrizes e estrias.

- Óleo de Jojoba: é um óleo mais denso e muito usado nos dias frios para proteger a pele. Rico em vitamina E e ceraminas, além de proteger a pele, ainda ajuda a prevenir a flacidez e as estrias.

- Óleo de Centelha Asiática: hidratante e estimulador da produção de fibras de colágeno é conhecido pelo seu poder rejuvenescedor e regenerativo. Aumenta a elasticidade, diminui a flacidez e ajuda a suavizar rugas mais finas. Também tem o poder de regenerar o tecido da pele promovendo a cicatrização de cirurgias, queimaduras e inflamações, principalmente nos casos de psoríase e eczemas da pele.


Alimentação é importante
Consumir todos os dias alimentos com poder anti-oxidante ou ricos em vitamina C e betacaroteno ajudam a prevenir o ressecamento e o envelhecimento da pele.

Dra. Rafaela Salvato Dermatologista em Florianópolis SC - Hidratação da pele em dias frios

27 de agosto de 2014

Cuidados com a Pele - O maior órgão do corpo humano

A pele é o maior órgão do nosso corpo e é responsável pelo nosso relacionamento com o mundo exterior, sendo também a responsável pela nossa sensibilidade para distinguir frio, calor, texturas, dor, etc. A pele protege o homem de infecções, agentes externos e por meio dela que manifestamos muitos dos nossos sentimentos, como o carinho ao tocar outra pessoa.

Este órgão é formado pela derme, epiderme e hipoderme, três camadas diferentes e cada uma com sua importância vital para a saúde da pele. Já a epiderme é a parte de fora, aquela que dá a cor as pessoas, por meio da melanina, ela é formada por várias camadas de células que estão em constante renovação. Os tratamentos anti-idade agem nessa camada na tentativa de regeneração das células.

A derme tem várias estruturas e é nela que se concentram os folículos pilosos do pelo e cabelo, colágeno, elastina, vasos, glândulas sebáceas e sudoríparas, entre outros.

A hipoderme contem células gordurosas e tem como objetivo manter a temperatura do nosso corpo, guardando energia e dando ao corpo humano sua forma. Ela é a camada mais profunda das três.

O dermatologista é o médico especialista nos problemas da pele e as principais ocorrências nos consultórios são problemas relacionados a acne, micoses, alergias, manchas, lesões, entre outros. O reconhecimento deste profissional deve-se muito ao maior cuidado que os brasileiros tem dispensado a pele nas últimas décadas.
Existem vários tipos de pele e para cada pele, a dermatologista indicará o uso de produtos diferentes, como é o exemplo do protetor solar que pode ter diversos fatores e texturas (gel, creme, líquido, spray, etc) considerando o tipo de pele. Além da cor e idade, a pele pode ser desidratada, mista, hidratada, graxa e etc.
A pele desidratada é aquela que apresenta uma diminuição hídrica, mas a secreção sebácea é equilibrada. Já a pele graxa, tem um aumento na secreção sebácea. A pele hidratada apresenta aumento no teor hídrico, enquanto a pele mista possui os sintomas da pele graxa na zona central do rosto e pouca secreção sebácea (mas secreção hídrica normal) nas bochechas.

De acordo com o seu tipo de pele, você deverá adaptar seus produtos e sua rotina de cuidados com este órgão em função das suas características. Por isso, é importante conhecer bem a sua pele, visitando um dermatologista e observando as pequenas alterações que possam surgir com o uso de determinados produtos, com as estações do ano, o tempo, a exposição solar, entre outros.


20 de agosto de 2014

Vitiligo: Causas e Tratamentos

 
O primeiro sinal aparente do Vitiligo é a perda da coloração da pele. Isso acontece devido à diminuição dos melanócitos, as células que são responsáveis pela produção do pigmento da pele, a melanina. Formam-se, então, manchas esbranquiçadas devido ao clareamento em locais afetados pela doença.

A medicina ainda não tem um consenso sobre as causas exatas para o seu surgimento, porém as teorias mais aceitas são a de fenômenos autoimunes, piora com o estresse e traumas emocionais e a influência genética familiar.

O paciente com vitiligo possui manchas brancas na pele, que podem ter diversos tamanhos e aparecem em diferentes locais do corpo. O dermatologista deve avaliar o quadro do paciente de vitiligo e indicar o melhor tratamento específico para cada caso. As manchas do vitiligo não costumam causar sintomas, embora em alguns casos, foi detectada certa sensibilidade e até mesmo dor nas áreas manchadas.


Existem alguns tipos diferentes de vitiligo.
  • O vitiligo segmentar manifesta-se em apenas uma parte do corpo e geralmente surge na juventude.
  • O vitiligo bilateral, mais comum, aparece em ambos os lados do corpo (ex. dois braços), sendo mais comum aparecerem nas extremidades, como os pés. A doença segmentar costuma ser mais estabilizada, enquanto que a bilateral não costuma ter um padrão definido, podendo apresentar diferentes lesões no corpo ao longo da vida do indivíduo.
Vale ainda ressaltar que o vitiligo não é contagioso. Por outro lado, a autoestima e a qualidade de vida do paciente são drasticamente alteradas, devido ao impacto que as manchas brancas causam na aparência.
O vitiligo pode estar associado a outras doenças autoimunes, como a diabetes mellitus tipo 1 e a tireoidite de Hashimoto. Geralmente, o dermatologista solicita exames para tentar achar outras doenças associadas, dependendo de cada caso.

Embora não seja possível evitar o vitiligo, o ideal é que toda a família do paciente faça um acompanhamento com o dermatologista, a fim de observar se há a presença ou não da doença. Tratamentos realizados precocemente e em manchas menores costumam apresentar melhor resultado terapêutico.

O tratamento é diferente para cada caso, mas em geral usam-se medicamentos para repigmentação das manchas, assim como laser, cirurgias e transplante de melanócitos. Os pacientes são orientados a evitarem roupas apertadas nas áreas afetadas, exposição inadequada ao sol, dentre outros cuidados, para que não induzam a propagação da doença.

Junto ao tratamento, o dermatologista deve orientar também o paciente a um acompanhamento psicológico. O vitiligo não afeta diretamente a saúde do paciente, mas tem um impacto considerável sobre o fator emocional, causando baixa autoestima, timidez, problemas de relacionamento, dentre outros fatores. O médico tentará não apenas repigmentar as manchas, como também devolver qualidade de vida para o seu paciente.


Se você quiser saber ainda mais sobre Vitiligo clique aqui.

Dra. Rafaela Salvato
Dermatologista em Florianópolis - Vilitigo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...