Google+

20 de agosto de 2014

Vitiligo: Causas e Tratamentos

Vitiligo causas e tratamentos florianópolis dermatologista 
O primeiro sinal aparente do Vitiligo é a perda da coloração da pele. Isso acontece devido à diminuição dos melanócitos, as células que são responsáveis pela produção do pigmento da pele, a melanina. Formam-se, então, manchas esbranquiçadas devido ao clareamento em locais afetados pela doença.

A medicina ainda não tem um consenso sobre as causas exatas para o seu surgimento, porém as teorias mais aceitas são a de fenômenos autoimunes, piora com o estresse e traumas emocionais e a influência genética familiar.

O paciente com vitiligo possui manchas brancas na pele, que podem ter diversos tamanhos e aparecem em diferentes locais do corpo. O dermatologista deve avaliar o quadro do paciente de vitiligo e indicar o melhor tratamento específico para cada caso. As manchas do vitiligo não costumam causar sintomas, embora em alguns casos, foi detectada certa sensibilidade e até mesmo dor nas áreas manchadas.

tratamento para vitiligo em Florianópolis
Existem alguns tipos diferentes de vitiligo.
  • O vitiligo segmentar manifesta-se em apenas uma parte do corpo e geralmente surge na juventude.
  • O vitiligo bilateral, mais comum, aparece em ambos os lados do corpo (ex. dois braços), sendo mais comum aparecerem nas extremidades, como os pés. A doença segmentar costuma ser mais estabilizada, enquanto que a bilateral não costuma ter um padrão definido, podendo apresentar diferentes lesões no corpo ao longo da vida do indivíduo.
Vale ainda ressaltar que o vitiligo não é contagioso. Por outro lado, a autoestima e a qualidade de vida do paciente são drasticamente alteradas, devido ao impacto que as manchas brancas causam na aparência.
O vitiligo pode estar associado a outras doenças autoimunes, como a diabetes mellitus tipo 1 e a tireoidite de Hashimoto. Geralmente, o dermatologista solicita exames para tentar achar outras doenças associadas, dependendo de cada caso.
o que é vitiligo dermatologista
Embora não seja possível evitar o vitiligo, o ideal é que toda a família do paciente faça um acompanhamento com o dermatologista, a fim de observar se há a presença ou não da doença. Tratamentos realizados precocemente e em manchas menores costumam apresentar melhor resultado terapêutico.

O tratamento é diferente para cada caso, mas em geral usam-se medicamentos para repigmentação das manchas, assim como laser, cirurgias e transplante de melanócitos. Os pacientes são orientados a evitarem roupas apertadas nas áreas afetadas, exposição inadequada ao sol, dentre outros cuidados, para que não induzam a propagação da doença.

Junto ao tratamento, o dermatologista deve orientar também o paciente a um acompanhamento psicológico. O vitiligo não afeta diretamente a saúde do paciente, mas tem um impacto considerável sobre o fator emocional, causando baixa autoestima, timidez, problemas de relacionamento, dentre outros fatores. O médico tentará não apenas repigmentar as manchas, como também devolver qualidade de vida para o seu paciente.


Se você quiser saber ainda mais sobre Vitiligo clique aqui.

Dra. Rafaela Salvato
Dermatologista em Florianópolis - Vilitigo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...