Google+

29 de outubro de 2014

Verrugas


 
Contos de fada repetiram exaustivamente a imagem mais comum de bruxa: uma senhora, vestida com roupas pretas ou cinzas, chapéu pontudo e alto. Bruxas – conforme a literatura infantil – sempre estão com um caldeirão por perto, não desgrudando também do gato preto, fiel animal de estimação – nem da vassoura, meio de transporte preferido delas. E, um detalhe que nunca escapa no estereótipo da bruxa ideal é o nariz fino, comprido e... com uma verruga na ponta.

Talvez por isso as verrugas sejam vistas com maus olhos atualmente. A boa notícia é que já é possível tratá-las e eliminá-las, para quem se incomoda com elas. A seguir você acompanhará então o que é uma verruga, como ela surge, quais os tipos diferentes de verruga, onde elas podem surgir e as alternativas que existem para eliminá-las.

Conforme aprendemos na escola, a pele é formada por diversas camadas, da mais superficial a mais profunda. Basta lembrar, por exemplo, de notícias que falam de queimaduras: queimaduras de primeiro grau afetam a primeira camada da pele, queimaduras de segundo grau afetam a segunda camada da pele e queimaduras de terceiro grau afetam a terceira camada da pele.

Normalmente, as verrugas são superficiais, surgindo na primeira camada da pele. Elas “nascem” a partir de uma infecção na pele, causada por um vírus. Verrugas não são cancerosas. Mas em qualquer caso é importante sempre consultar um médico, para que ele possa diagnosticar corretamente o seu caso.
As verrugas podem se manifestar de diferentes maneiras, de acordo com o local onde surgem. Normalmente, elas são da cor da pele, já notou? Algumas mais escuras, outras mais claras, mas nunca em uma cor muito diferente.

Verrugas podem surgir em diferentes locais do corpo. Existe, por exemplo, o que é caracterizado como “verruga vulgar”. Esse tipo cresce nos dedos, ao redor das unhas e na parte de trás das mãos. Existem também verrugas que surgem na planta dos pés. Esse é um dos casos em que o problema estético quase é imperceptível, mas o desconforto é grande, já que ao caminhar elas cutucam a pele, como uma pequena pedra. Outro tipo que incomoda muito são as verrugas genitais, que podem ser transmitidas pelo contato sexual.

Quanto ao tratamento, ele varia muito de caso para caso e de pessoa para pessoa. O ideal é que você procure um médico qualificado e especializado. Normalmente esse trabalho cabe aos dermatologistas, que cuidam da parte da pele.

As verrugas devem ser tratadas, por isso – se você notou que alguma surgiu – busque logo o médico, para verificar qual o tratamento necessário. Essa atitude, além de valorizar a sua beleza, é essencial para manter a sua saúde e a saúde da sua pele em dia.
Dra. Rafaela Salvato - Dermatologista em Florianópolis Santa Catarina - Verrugas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...